2 comentários:
De dragãoatento a 24 de Agosto de 2009 às 00:14
FC Porto 3 Nacional da Madeira 0
Este jogo teve duas partes distintas. A primeira em que a equipa azul e branca produziu muito (criou muitas situações de golo eminente) mas concretizou zero, devido ao nervosismo e até a alguma inépcia na finalização por parte dos seus avançados.
A segunda parte foi diferente principalmente depois do lance da grande penalidade indiscutível. De salientar a impecável execução da grande penalidade pelo Falcão, marcando o 1 a zero. Depois seguiram-se as experiências e a tentativa de dar minutos de jogo a alguns jogadores que não têm sido utilizados.
A principal conclusão que tiro da exibição da equipa do FC Porto é a de que continua a faltar à equipa presença física na área adversária, altura, capacidade de choque para acorrer aos cruzamentos e capacidade de remate (potência).
Criam-se muitas oportunidades totalmente desperdiçadas pelos avançados, facto este que contribui imenso para o clima de instabilidade que a determinada altura do jogo se apodera da equipa, com os reflexos negativos como resultado desse nervosismo.

Abraço
De dragãoatento a 24 de Agosto de 2009 às 00:17
FC Porto 3 Nacional da Madeira 0
Este jogo teve duas partes distintas. A primeira em que a equipa azul e branca produziu muito (criou muitas situações de golo eminente) mas concretizou zero, devido ao nervosismo e até a alguma inépcia na finalização por parte dos seus avançados.
A segunda parte foi diferente principalmente depois do lance da grande penalidade indiscutível. De salientar a impecável execução da grande penalidade pelo Falcão, marcando o 1 a zero. Depois seguiram-se as experiências e a tentativa de dar minutos de jogo a alguns jogadores que não têm sido utilizados.

A principal conclusão que tiro da exibição da equipa do FC Porto é a de que continua a faltar à equipa presença física na área adversária, altura, capacidade de choque para acorrer aos cruzamentos e capacidade de remate (potência).
Criam-se muitas oportunidades totalmente desperdiçadas pelos avançados, facto este que contribui imenso para o clima de instabilidade que a determinada altura do jogo se apodera da equipa, com os reflexos negativos como resultado desse nervosismo.

Abraço

Comentar post