JOGO FALADO, F.C.Porto - Chelsea, Champions League J-5, no blog Varanda-do-Dragão.
Domingo, 21 de Junho de 2009

Pré-Época 2009/2010...

Photobucket 

A pré-época do F.C.Porto deste ano está prestes a começar, já no dia 7 de Julho vão começar com os exames médicos para que nos dias seguintes possam começar os treinos, claro que uma pré-época não é só feita de treinos e assim sendo deixo-vos com o calendário de jogos desta nova pré-época em que teremos o nosso grande clube num grande Torneio internacional a Peace Cup realizada na Espanha.

 

Pré-época 2009/10

11 de Julho Jogo-treino com o Tourizense (CTFD PortoGaia)

 

15 de Julho FC Porto-Leixões (Estádio de Aveiro)

 

18 de Julho Jogo de Apresentação FC Porto-Mónaco (Estádio do Dragão)

 

23 de Julho FC Porto-Lille (Albufeira)

 

27 de Julho Peace Cup FC Porto-Lyon (Huelva, 22h30)

 

29 de Julho Peace Cup FC Porto-Besiktas (Sevilha, 22h30)

 

31 de Julho Peace Cup Meias-finais (20h30)

 

02 de Agosto Peace Cup Final (22h00)

 

Época Oficial- 8 de Agosto Supertaça Cândido de Oliveira FC Porto-Paços de Ferreira

 

publicado por varanda-do-dragao às 17:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 17 de Junho de 2009

Um brilhante Final...

O capitão do F.C. Porto, Pedro Emanuel, decidiu terminar a carreira. O defesa portista, de 34 anos, irá continuar no emblema azul e branco, como treinador dos juvenis, que este fim-de-semana se sagraram campeões nacionais.

«No final da época conversei com os dirigentes, que me propuseram a continuidade, mas, ao mesmo tempo, puseram-me num dilema porque me fizeram um convite bastante tentador», disse, em declarações à «Lusa». «É o fechar de um ciclo, estava na fase descendente e nada melhor do que terminar como campeão e a ganhar a Taça», acrescentou.

O defesa explicou ainda que o projecto apresentado e o modo como se trabalha no F.C. Porto o aliciam e que não há «nada melhor para quem vai iniciar uma nova forma de vida do que iniciá-la numa estrutura como a do FC Porto, numa equipa de sub-17 que foi campeã».

Pelo F.C. Porto, o agora ex-capitão portista conquistou cinco campeonatos nacionais, aos quais se junta um outro pelo Boavista. Nos axadrezados ganhou ainda uma Taça de Portugal, troféu que, pelos azuis e brancos, conquistou por três vezes.

Pedro Emanuel também levantou uma Supertaça portuguesa para além dos títulos internacionais pelo F.C. Porto: uma Taça UEFA, uma Liga dos Campeões e uma Taça Intercontinental.

In Mais Futebol.iol.pt

 

PS. OBRIGADO POR TUDO GRANDE CAPITÃO, PEDRO EMANUEL.

Marcador:
publicado por varanda-do-dragao às 00:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 14 de Junho de 2009

Mariano em Entervista...

(Entervista Parcial)

Ainda se lembra do tempo em que era assobiado no Estádio do Dragão?

Sim, claro [risos]... Era normal, porque cheguei com estatuto. Foi um problema meu: não me preparei bem; cheguei mal em termos físicos; pensei que ia ganhar confiança muito mais rapidamente; não estava bem preparado, mentalmente, para o que ia ser o campeonato português e a exigência de um clube como o FC Porto... Fazia uma ideia errada daquilo que acabei por encontrar. Para além disso, já cheguei no final da pré-temporada e o Tarik acabou por realizar uma época fantástica. Fui perdendo o meu espaço e, ao mesmo tempo, a confiança. Acho que não estava preparado para chegar e não jogar.

Que balanco faz desta época a nível pessoal?

Tive a possibilidade de começar a temporada na equipa titular depois da saída do Ricardo (Quaresma). O treinador deu-me confiança, mas acabei por ter azar com a lesão, que me obrigou a perder um mês de competição. Nesse período, apareceu o Hulk, e tive de lhe dar espaço. Mais tarde, o treinador começou a dar oportunidades a todos os jogadores, não só a mim, mas também ao Tomás Costa, Guarín, Farías, e isso deu-nos confiança a todos. Continuámos a vencer os jogos, mesmo quando os titulares ficavam a descansar, e isso deu confiança para que todos pudessem demonstrar o que realmente podem fazer.

Ficou satisfeito com o facto de Jesualdo Ferreira ter renovado contrato por mais dois anos?

Não vou esconder que fiquei muito contente com a continuidade do treinador. Ele apostou em mim, deu-me toda a confiança que se pode dar a um jogador, e, por sorte, para mim e para ele, conseguimos os resultados e os objectivos pretendidos. Sendo assim, considero que é uma aposta válida e que me deixa muito contente. Vamos continuar a trabalhar da mesma forma, já nos conhecemos há dois anos, tenho uma excelente relação com Jesualdo, e já sei o que ele pretende. Será mais fácil trabalhar com ele do que seria com qualquer outro treinador.

Antes de mais, os jogadores mais novos, como o Lisandro ou o Lucho, quando chegaram, ou, mais recentemente, o Rodríguez, o Hulk ou o Cissokho, têm qualidade. E, sem isso, nada feito. Depois, aqui os jogadores têm as condições ideais para melhorar em todos os aspectos: para começar, melhoram a qualidade de vida, porque normalmente chegam de clubes pouco conhecidos; também temos um grupo fantástico, sinceramente não sei se haverá algum melhor, e isso é importante; depois também há o treinador, que ajuda muito os jogadores a melhorar, sobretudo nos detalhes que muita gente não vê, mas que são fundamentais no futebol; e a organização do clube também é excelente. Nunca nos falta nada, e os jogadores só têm de se preocupar em jogar futebol. São-lhes oferecidas todas as condições para melhorarem e evoluírem. Esse é o segredo.

Qual é a importância que atribui ao facto de poderem entrar para a história como sendo a segunda equipa a conquistar um pentacampeonato. Isso tem algum peso na motivação para o próximo ano?

Isso é muito importante e motivador, porque são os títulos que marcam a história, não as exibições ou um jogo em particular. Se queremos ser grandes, é preciso vencer tudo o que temos ao nosso alcance. Este grupo é muito ambicioso, quer sempre mais, e sabemos que no próximo ano vamos voltar a ter uma caminhada dura. Chegar ao fim no primeiro lugar vai ser um desafio muito grande, e neste momento estamos de férias já com o pensamento de que temos de ganhar o próximo campeonato. Ou seja, estamos a descansar, mas também a preparar-nos para o que vem a seguir. Aqui, no FC Porto, não há tempo para festejar. E dou um exemplo: conquistámos o campeonato, festejámos, mas dois dias depois já estávamos a preparar o jogo com o Braga, que antecedia a final da Taça de Portugal. É verdade que agora vamos conseguir descansar, com a nossa família, no nosso país, e dá para desligar um pouco a bateria. Mas eu, por exemplo, não me posso desleixar. Se me distraio, regresso aos treinos com mais cinco ou seis quilos [risos].

Depois da primeira época apagada, estava à espera que o FC Porto investisse três milhões na compra do seu passe?

Tinha a esperança de continuar, apesar de ter tido dúvidas, porque comecei muito mal, em todos os aspectos. Apesar disso, tive sempre o apoio das pessoas no clube e tive sempre consciência de que o problema era meu. Depois, aos poucos, fui jogando mais e melhor, participei na final da Taça de Portugal, contra o Sporting, e nessa altura comecei a pensar que tinha possibilidade de continuar. Quando o clube me comunicou que ia comprar o meu passe, fiquei mais tranquilo e feliz. Sei que poucos clubes teriam feito o mesmo. Se me perguntarem porque o fizeram, não sei responder... Isso teriam de perguntar ao treinador ou ao presidente.

Qual foi o jogo mais marcante a nível pessoal?

É difícil encontrar um... Bem, o mais feliz foi o de Manchester, apesar de ter jogado apenas dez minutos. Pelo que significou, e por ter tido a possibilidade de fazer um golo, transformou-se num momento de grande felicidade pessoal. Mas não é fácil encontrar um jogo, porque sou muito exigente comigo. Às vezes, quando chego a casa, dizem-me que joguei muito bem e eu acho que não joguei nada, que fui um desastre. Tenho uma forma muito própria de ver o futebol.

Sentiram que podiam ter ido mais longe na Liga dos Campeões?

Tivemos azar, porque perdemos o jogador mais importante da equipa no momento mais decisivo da época. O Lucho é muito importante para nós, não só por aquilo que joga e representa - ele é um símbolo do clube -, mas também pela confiança que transmite à equipa. Todos os jogadores seguem o que ele pensa e faz, e, frente a uma equipa tão organizada, como é o caso do Manchester United, precisávamos de um jogador como ele. Tivemos atitude, confiança, fizemos um bom jogo colectivo, mas não conseguimos vencer uma equipa muito experiente. Estivemos perto, fizemos todos os possíveis para ultrapassar a eliminatória, mas as pessoas não se podem esquecer de que encontrámos pela frente um adversário que chegou à final e que voltou a estar perto de vencer a competição.

Qual é a importância que Lucho tem na equipa?

Para começar, como pessoa tem nota máxima. É um excelente homem, uma pessoa espectacular, humilde, simpático, bem-humorado e está sempre a pensar no que é mais importante para o grupo. Coloca sempre os objectivos da equipa à frente dos dele e é por isso que ele é o capitão desta equipa. Depois, há o lado desportivo, mas acho que aí não é preciso dizer muito, porque toda a gente sabe do que ele é capaz.

Consegue imaginar o que aconteceria se o FC Porto não tivesse de vender todos os anos alguns dos seus principais jogadores?

Se não tivesse de vender, tenho a certeza de que tinha todos os anos condições para vencer a Liga dos Campeões. Está provado que os jogadores que saem daqui, como Anderson, Pepe ou Bosingwa, têm condições para serem dos melhores nos grandes clubes europeus. Não foi por acaso que o FC Porto ainda recentemente venceu a Champions. Este clube sabe escolher os jogadores. Por outro lado, se eles não tivessem sido vendidos eu, provavelmente, também não tinha lugar nesta equipa [risos].

Disse, várias vezes, que precisava de apoio psicológico. Chegou a tê-lo?

Sim, cheguei, mas antes de falar nisso quero dizer que sempre tive o total apoio dos meus companheiros, o que foi muito importante. Na altura, também falava muito com a minha mulher, mas desvalorizava sempre o que ela me dizia. Curiosamente, a mensagem que o psicólogo me transmitiu foi a mesma [risos]. Ou seja, nesse período, fui retirando ensinamentos de várias pessoas. Quando estava a falar com o treinador, que é uma pessoa muito experiente, retirava informações sobre a forma como tinha de jogar para me impor no futebol português; quando falava com a minha mulher, dizia-lhe sempre que ela não percebia nada [risos]; e quando conversava com o psicólogo, abordávamos questões mais pessoais. Ou seja, todos me ajudaram a ultrapassar aquela fase, embora de formas diferentes.

Marcador:
publicado por varanda-do-dragao às 18:50
link do post | comentar | favorito
Sábado, 13 de Junho de 2009

Convite...

 

 

Em tempos de novas transferências no mercado do Futebol, no blog do Varanda-do-Dragão é também tempos de Transferências e assim gostava de "contratar" alguém que seja Portista e que goste de acompanhar as modalidades amadoras deste grande clube, neste blog acompanhamos o Basquete, o Hóquei e o Andebol, caso queiram participar deixem uma Mensagem por Email para vddragao@hotmail.com ou deixem o contacto nos Comentários, um abraço a todos e obrigado!!!

publicado por varanda-do-dragao às 22:36
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Junho de 2009

Amigavel de Beneficiência com Hulk e Denilson (Arsenal)...

 

Marcador:
publicado por varanda-do-dragao às 19:40
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

As Pegadas do Tetra...(Parte IV)

No último "Pegadas do Tetra" fiquei-me pelo Estrela para a Taça de Portugal, ora bem depois de uma vitória a dois golos o F.C.Porto iria ter um dos jogos mais importantes e decisivos da época, era para a Liga dos Campeões e o adversário era o Manchester, um jogo que foi sençasional e não fosse uma distracção do Bruno Alves e teriamos vencido a partida, que logo nos primeiros minutos estavamos na frente por Rodriguez, depois houve o empate do Manchester por Rooney e quase no fim da partida Tevez depois de um belo toque de Rooney faz o 2-1, o jogo estava acabado, diziam eles e pensavam eles, mas o mitico minuto 89 voltou dos cimitérios e Mariano Gonzalez depois de um bom cruzamento de Lisandro faz o 2-2, espantoso momento de alegria para todos os Portistas, depois desta euforia o F.C.Porto tinha que voltar a terra rapidamente porque iria enfrentar o Estrela mas desta feita para a Liga Sagres e no Dragão, foi um jogo onde houve gestão de Jesualdo e houve também a entrega de duas Taças pelos Campeonatos anteriormente ganhos, mesmo com a gestão o F.C.Porto conseguiu sair vitorioso do seu Estádio, com uma vitória agradável por 3-0, onde os marcadores foram Bruno Alves em mais um belo livre que deixou o guardião pregado ao chão, e por fim Farias a bisar no encontro e a fazer 7 golos na Liga, com poucos jogos Farias conseguia ter muitos golos.

Vivia-se um clima de festa no Dragão, quase nas meias-finais da Champions, quase na final da Taça e quase no Tetra, e digo quase nas meias-finais, pois no jogo a seguir Ronaldo resolveu as contas todas nos primeiros minutos com um golo de meio campo, posso dizer que nesse jogo sentime orgulhoso por fazer parte de uma grande equipa e no fim da partida fiquei satisfeito pela prestação da equipa, jogo que também ficou marcado pelo tal acordo entre Pinto da Costa e Jesualdo para o Prof. continuar mais 2 anos no comando da equipa da Invicta.

Com menos uma competição para pensar, agora só se queria era o Tetra, mas antes teriamos de vencer a dificil Académica, até porque a Académica logo no inicio poderia estar na frente do marcador, mas por mero acaso não aconteceu, e como se sabe Lucho ficou lesionado para o resto da época no jogo frente ao Manchester, o golo só iria chegar aos 57 minutos através de Rolando numa grande cabeçada, a partir dai, o Académica nunca mais pegou no jogo e ainda sofre mais dois golos, um de Lisandro e outro de Mariano que foi um dos melhores em campo, alias a partir de agora Mariano iria carregar a responsabilidade de substituir Lucho.

Seguia-se o Setubal e em caso de vitória, faltariam 3 , apenas 3 vitória para a conquista do Tetra, a vitória apareceu mas só na segunda parte num jogo onde Lisandro Bisou e com muita classe, posso mesmo dizer que fez matar alguma saudades do Lisandro Matador da época passada, depois desta vitória por 2-0 niguém mas mesmo niguém acreditava que o F.C.Porto iria vacilar, a equipa estava com uma moral elevadíssima, Jesualdo mesmo com a baixa de Lucho tinha Mariano que estava a ser o homem da equipa, perante isto podia-se dizer que o F.C.Porto estava no "ponto perfeito" da época.

Chegava a jornada seguinte e o F.C.Porto tinha o machado na mão, para acabar com o Campeonato, pois o Benfica e o Sporting nesta jornada perderam pontos e em caso de vitória Portista ficavamos a 1 vitória do Tetra, o jogo foi vencido categoricamente pelo F.C.Porto que enfrentou o Marítimo, o resultado foi outra vez 3-0, onde o jogo foi muito bom pela parte do F.C.Porto, logo aos 3 minutos estavamos em vantagem com um golo de Raul Meireles, ele que aos 21 minutos era uma baixa no Plantel por ter saído lesionado, o jogo com a saída de Raul ficou mais equilibrado mas mesmo assim na segunda parte Rolando e Tomás Costa mataram o jogo e encomendaram as faixas.

Estádio do Dragão, dia 10 de Maio de 2009, o jogo do Titulo Portista, equipa advesária, o complicadíssimo Nacional da Madeira, resultado 1-0 para os TETRA CAMPEÕES, num jogo onde o Estádio esteve cheio mas mesmo muito cheio e que poderam ver uma equipa muito lutadora e sofredora, e que só na segunda parte viu a bola a entrar nas redes através de Bruno Alves, no fim do jogo poderam suspirar e gritar de alegria TETRA CAMPEÕES, TETRA CAMPEÕES...e assim foi mais um titulo, mais um Tetra Campeonato do F.C.Porto, que ainda iria enfrentar o Trofense que foi goleado por 4-1 e o Braga no último jogo onde o resultado foi um empate a 1 golo, depois a festa voltou, depois de muitos anos, ás ruas da Invicta, foi um momento de alegria e acima de tudo especial, antes de terminar esta "sequela" ainda há que destacar que o F.C.Porto conseguiu a dobradinha vencendo o Paços, o Octo-Campeonato em Hoquei e o Campeonato no Andebol, foi claramente uma época para mais tarde recordar, Obrigado equipa!!!

E Aqui fica a imagem que diz tudo desta época, dedicação, esforço, garra, atitude e familia.

Marcador:
publicado por varanda-do-dragao às 14:56
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 9 de Junho de 2009

De mim para VÓS TODOS...(Ultima Parte)

(CLICA PARA VERES EM TAMANHO REAL)

Photobucket

 Photobucket

 Photobucket

 Photobucket

Marcador:
publicado por varanda-do-dragao às 17:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 8 de Junho de 2009

Vencer o Campeonato Sem Derrotas é o Objectivo...

Entervista parcial:

Começando pelo fim na viagem dos três títulos. Assinou por mais dois anos, continua com motivação?

Ainda não ganhei tudo. Falta ganhar a Supertaça, outros campeonatos; falta ter presenças mais significativas na Liga dos Campeões. Falta ganhar um campeonato sem derrotas. Há metas intermédias que constituem os nossos ciclos de motivação.

Vencer o campeonato sem derrotas é um objectivo para a próxima temporada?

É. Começamos sempre com um objectivo final, prioritário, mas tem de haver projectos intermédios, que são fundamentais para que possamos respirar com mais força em qualquer circunstância. As equipas fazem-se de rotinas de trabalho, de treino, de jogo, de rotinas tácticas e de comportamentos, mas as ambições não podem ser rotineiras. Devem sair de uma linha de continuidade. Nos últimos três anos, o FC Porto foi a equipa com mais golos marcados e menos sofridos. Só nos resta tentar um campeonato sem derrotas. Outro aspecto: andámos sempre dentro dos 70/75 pontos em 30 jornadas, e é importante projectar a ideia de conseguirmos mais pontos. Estivemos 23 jogos sem perder no campeonato, e não sei se isso será um registo importante. Estas são contas que têm de ser estabelecidas quando recomeçarmos a época, definindo etapas intermédias, objectivos parciais. Sem querer hierarquizar, o campeonato é o objectivo mais importante, mas também há a Taça de Portugal e a da Liga para ganhar, bem como a ideia de chegar aos oitavos da Champions, pelo prestígio, pela marca FC Porto e pelo dinheiro. O FC Porto já ganhou essa prova, pelo que é impossível ultrapassar esse objectivo, e prefiro não pensar na Taça UEFA.

Pinto da Costa foi autorizado a falar. Sente que isso foi importante para a equipa e que o aliviou um pouco, já que o Jesualdo Ferreira foi durante dois anos a única voz do clube?

Sempre que o presidente fala, o País abre mais os ouvidos. Vale mais ele a falar uma vez do que se for eu a fazê-lo dez vezes. O facto de ele ter aparecido, nos últimos dois meses, a dizer coisas importantes foi bom. E chamo a atenção para a mobilização de novos adeptos e a descoberta de muitos espaços em que seria impensável que houvesse tantos portistas. Essa foi uma das acções que mais me espantaram por parte do presidente. Isso deve-se a ele.

Acha que neste último ano conseguiu libertar-se de algumas sombras que o acompanhavam desde que chegou ao FC Porto? Foi a herança de Adriaanse; as insinuações de que Baía, então no banco, participava em decisões técnicas; a importância de Carlos Azenha...

Fui sempre eu a mandar. Todos sabem disso. Mas, convinha que não fosse assim, fazia parte da tal história de que era um indivíduo ligado ao Benfica, que tinha pouco currículo e sem capacidades para treinar o FC Porto. Por tudo isso, como era possível que este indivíduo alcançasse vitórias? Houve quem tenha aproveitado para se promover. Também houve sempre uma linha condutora da minha parte, com o mesmo discurso e sem deixar de fazer o meu trabalho. Tenho uma liderança repartida porque acho que essa é a melhor de todas. No FC Porto, todos sabem que, na minha área, a responsabilidade é sempre minha. Sou eu que digo como se faz e como não se deve fazer. Pela própria organização do clube, é impossível que alguém seja o dono da verdade. Isso não existe em nenhuma empresa de sucesso.

Hesitou, quando o presidente falou consigo?

Não hesitei, porque ele desafiou-me e eu não gosto de ficar a ver quando me desafiam. Não gosto de perder, tenho dificuldade em aceitar isso. Desafiou-me para uma tarefa muito complicada, mas que acho estar de acordo comigo. Podia escolher uma situação mais fácil e mais bem paga, mas, provavelmente, menos feliz para mim.

E teve outros convites?

Tive, não vou dizer que não. Eram convites que, em termos de dinheiro, envolviam muito mais do que aquilo que o FC Porto me irá pagar. Mas, na minha vida, o mais importante é o bem-estar, a oportunidade de ganhar. Não sou insensato ao ponto de deitar isso fora trocando-o por alguns euros que provavelmente já não teria tempo de gastar até ao fim da minha vida.

Pegando no cansaço que alegou e na perspectiva da próxima época, que começa daqui a menos de um mês, está pronto para a inevitabilidade de ter de tapar alguns buracos grandes na equipa?

Para mim, é evidente que a administração do FC Porto vai seguramente conseguir um equilíbrio entre aquilo que são os resultados desportivos e as necessidades financeiras. Muitas destas questões vão ser resolvidas pelo próprio mercado. Estar a perspectivar o futuro próximo é perder tempo. O que temos de fazer, dentro daquilo que são as nossas estruturas, é reorganizar sempre o plantel. Já o fizemos antes, em Dezembro e no final da época, isto para podermos estar à altura de ultrapassar aquilo que são as necessidades financeiras, e sempre dentro dos resultados desportivos que o FC Porto quer ter. Primeiro: não acredito que o clube venda todos os seus melhores jogadores. Segundo: não acredito que o FC Porto queira fazer um encaixe financeiro tremendo para, depois, ter de construir uma nova equipa. O que vai acontecer, provavelmente, é uma reacção ao que o mercado ditar e reequilibrar estas duas questões. Nesta altura, poderemos vir a admitir a saída de um ou dois jogadores se estiverem devidamente cobertos, isto para que se mantenha a estrutura tão forte como a que tivemos este ano e, num aspecto ou outro até melhorar, porque também temos argumentos financeiros para procurar outras situações favoráveis.

Referiu a importância que a estrutura mais próxima da equipa tem nos resultados. Nesse capítulo, existe uma diferença muito grande entre o FC Porto e as outras equipas por onde passou?

Se o FC Porto ganha há mais anos, no plano nacional e internacional, se consegue rentabilizar mais jogadores e ser uma marca respeitável, alguma razão haverá, e não depende, seguramente, dos jogadores e do treinador. Resulta da organização. No futebol, a estrutura é a mais simples que conheci: tem um presidente, um director-geral e um treinador. Aqui, não existe nenhuma voz que abafe as outras ou nenhum ouvido que ouça só o que quer. O que existe são pessoas que pensam, mas são poucas as que, quando chega o momento, colocam as coisas em prática. É essa a simplicidade deste clube. Se os outros não conseguem isso, não é um problema do FC Porto. Ao contrário do que dizem, falo aquilo que penso, mas para ser diferente não tenho de falar diferente. A simplicidade não é fácil e eu próprio tive de aprender, porque, nos outros sítios, não era só treinador. Quando dava conta, estava a fazer outras coisas e deixava de ser tão bom treinador como tenho sido aqui.

Continuando com o Bruno Alves, houve um momento nesta época que os adeptos consideram fundamental. No final da derrota na Figueira da Foz, ele teve aquela reacção de ir ter com os adeptos e de ter oferecido o peito às balas. Acha que isso também define a personalidade?

Claro que sim, o Bruno é assim, é exactamente aquilo que as pessoas viram na Naval. Ir à massa associativa fazer o que o Bruno fez qualquer um faz, mas fazer aquilo que ele fez depois, durante a época, é que não. Toda a gente sabe o seu trajecto, na equipa e na sua posição específica. Por alguma razão, ele é o número dois do FC Porto, que é um número mítico no clube; por alguma razão ele foi capitão na ausência do Lucho. Ninguém notou que o capitão nos jogos decisivos do FC Porto foi o Bruno, que foi capaz de ultrapassar o que lhe aconteceu em Manchester de uma forma notável. Só alguém com muita capacidade mental, com grande força mental e grande confiança nos seus recursos ultrapassava, da forma como ele o fez, aquele acidente em Manchester. Diria que o Bruno Alves foi uma construção em que muita gente ajudou, nomeadamente ele próprio.

Marcador:
publicado por varanda-do-dragao às 14:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 7 de Junho de 2009

Salvador da Pátria...

(Albânia - Portugal)

publicado por varanda-do-dragao às 15:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 6 de Junho de 2009

OCTA-CAMPEÕES!!!!

Voltou a fazer-se história no hóquei em patins português. Um golo de ouro, apontado por Emanuel Garcia, garantiu a vitória do FC Porto no quarto jogo da final e o consequente oitavo título nacional consecutivo para os Dragões. O triunfo azul e branco em Viana do Castelo conclui com chave de ouro mais uma época de glória portista na modalidade.
A expectativa era grande para mais um duelo entre a equipa minhota e o FC Porto, depois de cada uma das partes ter reclamado a supremacia na condição de visitados, levando a discussão do título para o quarto jogo. Desta feita, porém, foram os pupilos de Franklim Pais a mostrarem-se mais audaciosos, conquistando o decisivo triunfo para lá dos 50 minutos de jogo, através de um golo de ouro de Emanuel Garcia.
Cientes de que a vitória no encontro significava um novo capítulo de história na modalidade, os agora Octocampeões comandaram grande parte da partida, chegando ao intervalo na frente do marcador por 2-1, com golos de Emanuel Garcia e André Azevedo.
A igualdade registada no final do tempo regulamentar, a quatro golos, depois de André Azevedo ter bisado no encontro e de Pedro Moreira também ter marcado pelos Dragões, não impediu que a equipa azul e branca entrasse para o prolongamento disposta a resolver em definitivo as contas do campeonato, através do insuperável golo de ouro.
Foi isso que aconteceu, por obra de Emanuel Garcia, lançando a festa entre as hostes portistas e reforçando o feito histórico do FC Porto no hóquei em patins português, numa impressionante série de oito anos consecutivos de absoluta hegemonia. Estava dado o mote para as merecidas celebrações que se seguiram.

 

Marcador:
publicado por varanda-do-dragao às 23:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Análise ao Questionário..."O melhor de 2009 e..."

Depois de esperar pelo final da época apresento o Questionário para se saber qual foi o melhor jogador do F.C.Porto esta época, foram 146 votos, muitos dispersos por vários jogadores, mas o jogador que venceu esta votação foi claramente Hulk que teve 55 votos quase metade de todos os votos.

Desta vez vou variar e começar pelo vencedor do Questionário e passando depois para os outros 3 mais votados, Hulk com já disse venceu por uma larga margem de votos, foi o jogador revelação desta época, ainda que Hulk fora "gozado" e subestimado pelos adeptos por vir de uma 2º divisão Japonesa, estavam claramente todos enganados, até porque logo no primeiro jogo da Liga Sagres Hulk fez um fantástico golo, apesar disso Jesualdo teve-o no banco durante alguma parte da época, só mesmo no jogo para a Taça de Portugal frente ao Sporting é que este jovem jogador afirmou-se na equipa e nunca mais deixou de ser titular, até porque já tinha marcado alguns golos inclusivé um golo ao Sporting em que correu mais de meio campo e fuzilou Patrício, assim foi mais uma grande aposta do F.C.Porto, mais precisamente Pinto da Costa, um jovem talento desconhecido nu mundo do Futebol, onde só dava cartas e muitos golos no Japão, agora neste momento é Estrela da nossa grandiosa equipa e é considerado uma das maiores promessas do Futebol Europeu e Mundial, Hulk conseguiu em menos de meia época conquistar "o mundo" e merece totalmente este Prémio.

Depois bem mais atrás, mas em segundo lugar, com 18 votos ficou a figura que representa este clube, El Comandante Lucho Gonzalez, já era de se esperar uma boa época de Lucho e foi isso que tivemos, apesar de no inicio ter sido difícil pois, teve que recuar mais a sua linha para poder compensar a posição de Trinco, mas depois de encontrar-mos Fernando, Lucho subiu de forma e marcou 9 golos ( penso eu ), fez uma boa temporada, não posso dizer muito boa, pois ficou condicionado no fim pela Lesão que o afastou durante algum tempo e até da Final da Taça de Portugal, apesar disso é a nossa "cara" e merece o honroso 2º lugar neste Questionário.

Na posição atrás de Lucho ficou outro jogador que também é a marca e a cara deste clube, até se pode dizer que é um jogador á Porto, teve 17 votos e ele é o comandante da nossa defesa, Bruno Alves, como se sabe é um jogador da casa, nas duas épocas anteriores já se tinha afirmado como grande central, mas esta época foi derradeira, neste momento é considerado um dos melhores da Europa e intimida qualquer adversário, tem Potência, Impulsão, Garra e acima de tudo é ele que dá o corpo e a alma quando está tudo mal, Bruno esta época fica para a História como sendo ele que fez com que a equipa depois de algumas derrotas se tornasse numa das melhores equipas da Europa, aquele momento depois do jogo frente ao Naval nunca mais será esquecido e claramente parte do titulo desta época deve-se a este homem Bruno Alves.

Também depois é de destacas Lisandro Lopez, que apesar de não ter feito muitos golos, esteve magistral na Champions e foi um lutador na Liga Sagres, deverá estar de saída do F.C.Porto, apesar de não ter feito golos esta época foi um espelho do que é Lisandro, um verdadeiro Gladiador, quem merece destaque também é Rodriguez que esteve um ano no Benfica, contra algumas criticas da imprensa e massa adepta, conseguiu levantar a cara e tornar-se num dos melhores do F.C.Porto, uma peça vital para esta equipa, para finalizar também há que destacar o mais novato nestas andanças de Campeão, Cissokho teve 7 votos mas foi importantíssimo, pois tínhamos um grande problema naquela ala esquerda, problema que Cissokho resolveu em poucos jogos afirmando-se logo com grande classe no F.C.Porto, ao nível dos melhores.

E assim foi mais um Questionário deste Blog, agradeço muito a todos os votantes, agora podem votar no novo questionário, "O melhor golo de 2009 e..."!!!

Marcador:
publicado por varanda-do-dragao às 19:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 4 de Junho de 2009

Campeões Alez Campeões Alez...

Sem surpresa e com o brilhantismo que lhe vinha sendo característico. O F.C. Porto Vitalis conquistou, esta quarta-feira, o título da Liga de andebol, deixando para trás um Benfica que nada mais pôde fazer do que se render às evidências. Os azuis e brancos são simplesmente superiores. E assim o Dragão Caixa desembrulhou o seu primeiro Campeão. O factor-casa vinha-se revelando decisivo na eliminatória e a equipa de Carlos Resende aproveitou da melhor forma essa mais-valia, transformando o apoio dos adeptos numa espécie de soro de força e vontade, qualidades que acabaram por assumir um papel preponderante para o desfecho da partida. Numa altura de tudo ou nada, o F.C. Porto Vitalis ergueu-se ao seu melhor nível e adiantou-se em definitivo no encontro, oferecendo aos mais de 2 mil adeptos presentes nas bancadas a sensação clara de que se encontravam muito perto de festejar o título.Inácio Carmo, melhor marcador do jogo, com sete golos, assumiu especial protagonismo na fase final do confronto, arriscando, com sucesso, alguns remates de meia-distância, que levaram o público ao delírio máximo.Filipe Mota (6) e Eduardo Coelho (6) também demonstraram pontaria afinada, tendo os restantes golos sido da autoria de Ricardo Moreira (4), Tiago Rocha (1), Wilson Davyes (1) e Álvaro Rodrigues (1).No final, o contentamento foi geral, com Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do F.C. Porto, a expressar particular alegria pelo primeiro título celebrado no novo pavilhão azul e branco.

Marcador:
publicado por varanda-do-dragao às 18:35
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 2 de Junho de 2009

De mim para VÓS TODOS...

CLICA NA IMAGEM PARA VERES EM TAMANHO REAL!!! ESTAS IMAGENS NÃO CONTÊM O LINK DO MEU BLOG, PARA TODOS VÓS PODEREM DESFRUTAR DAS IMAGENS, É TAMBÉM UMA DAS FORMAS QUE TENHO PARA VOS AGRADECER AS VISITAS E PARTICIPAÇÕES NO BLOG UM GRANDE OBRIGADO Á BLUESFERA E AOS RESTANTES VISITANTES TAMBÉM QUERO DIZER QUE ESTAS 3 IMAGENS SÃO AS 3 PRIMEIRAS DE 6 NO TOTAL, AS OUTRAS 3 SERÃO POSTADAS DIAS DEPOIS !!!

Photobucket

 

Photobucket

 

Photobucket

 

Marcador:
publicado por varanda-do-dragao às 16:48
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.F.C.Porto Directo!!

Photobucket Photobucket

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
20
22
23
24
26
27
28
30

.Quantos Dragoes

free hit counter
hit counter

.Último Encontro !

.Jogador da Semana!

Photobucket

.Questionario

Qual e melhor reforco do F.C.Porto?
Beto
Alvaro Pereira
Nuno Andre
Maicon
Miguel Lopes
Prediguer
Belluschi
Valeri
Varela
Falcao
Orlando Sa
Outro
  
pollcode.com free polls

.links

.Classificação

.posts recentes

. Encerrado...

. Em clara melhoria...

. O Futebol Português é ass...

. É agora ou nunca...

. Com a Equipa e JESUALDO, ...

. Um verdadeiro Dragão nunc...

. Garantir uma vitória com ...

. Qualidade garantida...

. Em busca do primeiro luga...

. Oitavos á vista!!!

. Nunca se esqueçam de quem...

. Desempenho da equipa...( ...

. O caso estranho das Golea...

. A Mediocridade reina no D...

. Lição nº 150, VENCER...

. Jogo fácil, tornado dific...

. Sem Belluschi e Varela qu...

. Dupla vitória...

. A mesma Receita para o me...

. Mais um triunfo para F.C....

. Um passo em frente na Taç...

. Aquela máquina chamada......

. Setembro em análise...

. Andebol de volta ás vitór...

. Desempenho da equipa...( ...

. 3 golos que poderiam ser ...

. 7º jornada - Ponto de Sit...

. Olé...

. Depois do Sporting, que v...

. Desempenho da equipa...(J...

. Hoquei começa em Festa, A...

. Falcão, Golo, Hulk e pouc...

. Quem vai pagar a Factura?...

. As Video-Memórias do noss...

. F.C.Porto Vitalis sofre a...

. Desempenho da equipa...( ...

. "Somos uma equipa guerrei...

. Duelo de Lideres...

. Chelsea 1-0 F.C.Porto...

. Clássico ganho á primeira...

.arquivos

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Abril 2008